terça-feira, 23 de abril de 2013

Infantes do Lins

Em 1984, o projeto "A Escola dá Samba" da Secretaria Municipal de  Educação, ocasionou o surgimento da 1a.Escola de Samba Mirim, o  -Grêmio Recreativo Império das Princezas Negras, que foi desenvolvido na Escola Municipal Eufrásio Borges, no Lins de Vasconcelos.

 A Agremiação tinha a finalidade didática de aproveitar ao máximo o  saber da Comunidade como forma de ampliar o conhecimento dos  alunos e incentivar neles o cultivo de valores genuinamente nacionais  a partir da própria realidade.

 A "Escola de Samba" fez seu primeiro desfile no mês de dezembro  de 1984, apresentando-se em 18 alas com fantasias de, mães-de-santo,  acendedores de lampiões, escravos e escravas, muleques, tropeiros,  lavadeiras, lobisomens, sacis, rezadeiras, boêmios, domésticas, operários, baloeiros, turma da bica, estudantes e baianas.

Integrado por cerca de 600 alunos da Escola Ministro Gama Filho, exibiu ainda dois carros alegóricos -sendo um abre-alas,bateria com  60 ritmistas, comissão de frente -com doze princezas negras e duas  duplas de mestre-sala e porta-bandeira.
Com a colaboração da RIOTUR,que ofereceu um carro de som igual ao  utilizado nos desfiles oficiais de carnaval e protegida por policiais do  3o.Batalhão da Polícia Militar,a "Escola" sambou durante quase quatro  horas no percurso compreendido entre as Ruas Engenheiro Eufrásio  Borges e Cônego Tobias, onde era localizada a quadra de ensaios da  madrinha Lins Imperial sendo televisionado na íntegra pela TVE e com   "flash" na TV... Globo.

A festa teve como mestre de cerimônias o radialista Rogério Campos e   contou com a presença de conhecidas figuras do mundo do samba.

O desfile coroou de pleno êxito todos os objetivos do projeto "A Escola  de Samba".
Este foi o único desfile da "Império das Princezas Negras" ,pois o proje to não teve continuidade e também não houve patrocínio.

Em 1991 sete anos após o desfile da "Império das Princezas Negras, a  Comunidade sentiu a necessidade de ter novamente uma Escola de  Samba Mirim no bairro, sendo assim, fundada por Maria de Nazareth  Alves Tavares e apoiada por ... Ana Maria, Euclydes Ramos, Nenem,  Angela, Marisa, Alba, Vera e por toda a Comunidade do Lins, surgiu o  Grêmio Recreativo e Cultural Escola de Samba Mirim INFANTES DO  LINS !

Seu primeiro enredo foi "O Curupira" do autor Átila Preto Velho, o Carnavalesco foi Gerôncio Castro.

Dionísio e João Gordo foram os diretores de Harmonia; André Melodia e  Ricardo 10 com Maycon foram os Intérpretes...
Os diretores de bateria foram Ticota,São João e Nico; a porta-bandeira foi  Marcela Alves e o Mestre de bateria foi Luciano Oliveira que também foi  o compositor do samba-enredo juntamente com Edmilson Villas (até então,
Intérprete da Escola de Samba Mirim Herdeiros da Vila).

Mais tarde, Luciano passou a Mestre de bateria da Escola-Mãe Lins  Imperial.

O então presidente da SRES Lins Imperial, Jerônimo Guimarães, batizou a  Escola Mirim, juntamente com Osmar Valença do Salgueiro.

A bateria contou com 80 ritmistas...
Em 01 / 05 / 2006, o Grêmio Recreativo e Cultural Escola de Samba Mirim  Infantes do Lins obteve o seu registro, feito pelo seu presidente de Honra   "Robertinho".

ENREDOS DA INFANTES DO LINS:
1992- O Curupira
1993- Que Rei Sou Eu?
1994- Sonhar em Ser Feliz
1995- Jardim de Infância
2000- Comidas Típicas Brasileiras
2001- ...
2002- Palmares: A Troia Negra
2003- Favela Bairro
2004- O Mundo Mágico de Jorge Caribé
2007- Corumim Nesta Terra de Pajé
2008- Brasil Reino Unido de Portugal e Algarves
2009- Mundo Mágicos de Eterna Magia-O Universo Infantil
2010- A História do Gênio das Pernas Tortas. O Charlie Chaplin
do Futebol -Alegria do Povo -Mané Garrincha
2011- Chico Mendes. O Arauto da Natureza
 
Texto: Jorge Torresmo - Diretor de Carnaval
 Fontes:
-Lins Imperial em Revista -Carnaval 1984
-Euclydes Ramos (Fundador da Infantes do Lins)
-Luciano Oliveira (1o.Mestre de bateria e compositor do
1o.samba enredo da Infantes do Lins)

Nenhum comentário:

Postar um comentário