quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

AESM-Rio apresenta Corte do Carnaval e lança CD das escolas mirins

Por David Junior


A AESM-Rio promoveu no domingo, 27 de janeiro, na quadra da Estácio de Sá, o lançamento do CD das escolas de samba mirins para 2019. A bonita festa também serviu para a entidade apresentar a Corte do Carnaval Mirim, eleita em concurso interno, e para a premiação dos destaques da última folia, com a entrega do troféu Olhômetro, e de homenagens a personalidades como o radialista Rubens Confete, Manuel Dionísio e o fotógrafo Benildo Mendes.

Roda de Samba SOS Escolas Mirins

O encontro apesar de festivo serviu também para conscientizar as autoridades competentes sobre o Carnaval. A Roda de Samba SOS Escolas Mirins, que contou com as participações de sambistas renomados, ajudou no alerta e para arrecadar fundos para o próximo desfile. O público teve a oportunidade curtir o melhor do samba de raiz e de saborear uma suculenta macarronada.

Estiveram presentes personalidades como o eterno casal de mestre-sala e porta-bandeira da Imperatriz Leopoldinense, Chiquinho e Maria Helena, o comunicador João Estevam, os sambistas Dorina, Gabrielzinho do Irajá, Wanderley Monteiro e Marquinhos de Oswaldo Cruz, dirigentes da Federação dos Blocos Carnavalescos do Estado do Rio de Janeiro, além do presidente do Acadêmicos do Cubango, Rogério Belizário, do carnavalesco e multimídia Milton Cunha e do intérprete da Unidos do Viradouro, Zé Paulo Sierra, entre outros.

Desfiles

Os desfiles das escolas de samba mirins do Rio de Janeiro acontece na terça-feira de Carnaval a partir de 17h, com término antes das 24h, por conta de uma determinação do Juizado da Infância e da Adolescência.




terça-feira, 22 de janeiro de 2019

CD das escolas mirins será lançado no domingo

Por David Junior


Uma grande festa na quadra da Estácio de Sá, no domingo, 27 de janeiro, a partir de 13h, marcará o lançamento do CD das escolas de samba mirins do Carnaval 2019. No mesmo evento, serão revelados os integrantes da corte mirim da folia e haverá a coroação do Rei Momo, da Rainha e das Princesas.

Os melhores de 2018 também merecerão destaque. Os vencedores do Troféu Olhômetro receberão suas premiações, bem como a AESM-Rio homenagerá personalidades e parceiros da entidade.
Desfiles

Os desfiles das escolas de samba mirins do Rio de Janeiro acontece na terça-feira de Carnaval a partir de 17h, com término antes das 24h, por conta de uma determinação do Juizado da Infância e da Adolescência.



Aprendizes do Salgueiro inscreve novos componentes

Por David Junior

A Aprendizes do Salgueiro está recebendo inscrições de novos componentes para o desfile de 2019. Crianças e jovens de 5 a 17 anos podem participar do cortejo da escola mirim. Para se cadastrar é preciso comparecer à quadra da Acadêmicos do Salgueiro (Rua Silva Teles, 104, Andaraí), durante o ensaios que acontecerão no domingo, 20 de janeiro, às 16 horas, e nos subsequentes.

Para efetuar as inscrições, os futuros sambistas devem estar acompanhados por um responsável que deve levar cópia da certidão de nascimento da criança, comprovante de escolaridade e residência, além de duas fotos 3×4.

Foto: Gabriel Nascimento 



sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

Socorro! Escolas mirins fazem evento na Estácio pra desfile das crianças não ser cancelado

Por Ângelo Mathias
Se tá difícil para as escolas do Grupo Especial e da Série A do Rio – as protagonistas do Carnaval da Marquês de Sapucaí -, imagine a situação das agremiações de base da festa. A Associação das Escolas Mirins (AESM-RIO), por exemplo, tá com o pires na mão pra conseguir colocar o carnaval da criançada nas ruas.
A entidade vai promover no dia 27 de janeiro, um domingo, o evento “SOS Escolas de samba Mirins – Não deixe o samba morrer”. Trata-se de uma tentativa de arrecadar fundos para sanar as dificuldades financeiras que atravessam as 16 agremiações compostas exclusivamente por sambistas menores de idade. Ano passado, cada escola recebeu pouco mais de R$ 30 mil.
— A situação está caótica, as crianças ficam ansiosas querendo saber se vão desfilar — lamenta Gabriel Azevedo, presidente da Estrelinha da Mocidade.
A roda de samba beneficente acontecerá na quadra da Estácio de Sá e o valor arrecado (a entrada custa R$ 15 e dá direito à macarronada) será revertido para as escolas da turma de samba miudinho. Até o momento, nenhuma delas recebeu o repasse de verbas da Prefeitura do Rio e tampouco assinou o contrato que garantiria a subvenção pública.
— Não temos previsão de dinheiro. Possivelmente, isso pode estar acontecendo com a Liesb (a instituição responsável pelos desfiles das séries B, C, D e E da Intendente Magalhães, no Campinho, Zona Norte do Rio) e a Federação dos Blocos, porque normalmente quando a Riotur
chama pra assinar o contrato, vão os três órgãos juntos — informa a assessoria de imprensa da AESM-RIO.
Formação de base! Sambistas defendem relevância das escolas mirins
Para reforçar a importância de vivenciar os hábitos de bamba desde a infância, sambistas experientes conversaram com o Sambarazzo e relembraram como estrearam no universo do carnaval até chegar à fase adulta.
Orgulhosos do passado mirim, eles integram a corrente de solidariedade que tenta garantir que dias melhores batam à porta do grupo, composto por Mangueira do Amanhã, Corações Unidos do Ciep, Infantes do Lins, Filhos da Águia, Pimpolhos da Grande Rio, Ainda Existem Crianças de Vila Kennedy, Tijuquinha do Borel, Miúda da Cabuçu, Império do Futuro, Inocentes da Caprichosos, Estrelinha da Mocidade, Aprendizes do Salgueiro, Nova Geração do Estácio de Sá, Petizes da Penha, Golfinhos do Rio de Janeiro e Herdeiros da Vila.
Mestre-sala do Salgueiro começou em escola mirim: “Divisor de águas”
Responsável por defender o pavilhão da “Academia do Samba” há seis temporadas, o mestre-sala Sidclei Santos deu os primeiros passos na dança na Corações Unidos do Ciep. Em seguida, foi para a Herdeiros da Vila, fruto da Unidos de Vila Isabel.
— Foi um divisor de águas pra eu chegar até onde cheguei. Aprendia a tocar instrumentos, a dançar na comissão de frente… Isso tudo já na primeira mirim que frequentei. Depois, na Herdeiros, também passei por vários segmentos, até me identificar como mestre-sala — conta Sidclei, reforçando que as agremiações mirins devem continuar desfilando sem nenhum tipo de competição, apenas por diversão e aprendizado.
Porta-bandeira da Portela sai até hoje na escola mirim onde começou
Uma das maiores finalidades das escolas mirins é formar sambistas. É dali que brotam grandes talentos, que tempos depois se destacam nos principais grupos do Carnaval. A consagrada porta-bandeira da Portela, Lucinha Nobre, também começou a carreira nas categorias de base da festa.
— Aprendi a dançar em escola mirim, comecei em 1984, na Alegria da Passarela (atual Aprendizes do Salgueiro), e desfilei uma vez na Herdeiros da Vila. Na minha época, não tinha escolinha para mestre-sala e porta-bandeira, então a gente aprendia na mirim mesmo — conta Lucinha, que não virou as costas para o passado e até hoje desfila pela Aprendizes, na velha-guarda.
Substitutos de Marcão no Salgueiro estrearam na mirim da escola
Novos na função de mestres de bateria da “Furiosa”, do Salgueiro, Guilherme e Gustavo foram outros a passar pela escola mirim da vermelho e branco.
— Comecei aos 7 anos. Desfilei em ala, carro alegórico e cheguei na bateria com 12 anos. Depois disso, comecei a viver de música, dando aulas
de percussão, acompanhando artistas em shows, gravações… Devo tudo isso à escola Aprendizes do Salgueiro, me fez um apaixonado por percussão — pontua Guilherme.
Gustavo também carrega boas recordações da escola de crianças, onde orgulhosamente chegou a atuar como mestre e, atualmente, desfila como presidente da bateria:
— Nosso pai foi diretor da escola. Como ele era salgueirense ‘doente’, fomos criados ao lado da quadra e praticamente crescemos ali. Em 1999, entrei pra bateria do Aprendizes e fiquei viciado. Em 2003, virei diretor de bateria e, quatro anos depois, me tornei mestre. Aprendi muito sobre liderança, organização e como lidar com as pessoas. Nunca vou largar o Aprendizes.
Em 2013, Thatiane Carvalho participou do concurso “Intérprete do futuro”, do RJTV, e foi a grande campeã. Agora, integra o carro de som da Estácio de Sá.
— O concurso foi de extrema importância, não somente pela visibilidade que me proporcionou, mas por meio dele surgiu o convite para fazer parte do carro de som da Estácio. Competimos entre amigos, foi muito sadio e emocionante, um torcia pelo outro, não havia rivalidade — lembra Thatiane.
O desfile das escolas mirins está marcado para Terça-Feira de Carnaval, 5 de março, às 18h, na Marquês de Sapucaí. O público não paga ingresso para assistir à festa dos pequenos.
Roda de samba “SOS Escolas de Samba Mirins – Não deixe o samba morrer”Participações especiais: Gabrielzinho do Irajá, Dorina, Enzo Belmonte, Marquinhos Diniz, Wanderley Monteiro e intérpretes de escolas de samba do Grupo Especial e Série A
Data: 27 de janeiro de 2019 (domingo)
Horário: 13h
Entrada: R$ 15 (com direito a prato de macarronada)
Local: Quadra da Estácio de Sá – Avenida Salvador de Sá, 206 – Estácio
Informações: (21) 2504-2883

Apoio de luxo! Ilustres portelenses, os cantores Paulinho da Viola e Marisa Monte sempre fazem questão de prestigiar o desfile da Filhos da Águia – Foto: Paulo Portilho/Riotur

quarta-feira, 2 de janeiro de 2019

As Aventuras de Olaf – Teatro Brigitte Blair *Estreia 5 de janeiro*




Sinopse – Com o passar dos anos, o coração da Rainha Elsa vem ficando cada vez mais congelado e, novamente, o frio vem tomando conta de todo o reino. Para salvar seus amigos, Olaf parte em uma grande aventura no intuito de encontrar o verão e levá-lo ate Arendelle para que tudo possa voltar ao normal. Em meio a muita musica e diversão, nosso boneco de gelo encontra com os mais famosos personagens dos desenhos animados como os Trolls, Rei Julian, Timão e Pumba, Mogli, e Balú, Mauí e Moana alem da encantadora Princesa Unicórnio, que o faz perceber que a cura para um coração congelado pode estar mais perto do que parece.

Classificação – Livre

Texto e Direção – Bruno Muniz
Direção Geral – Brigitte Blair
Assistente de Direção – Jardiel Gomes
Coreografias – Gianco Kapinnam
Figurinos e Adereços – Bruno Muniz
Elenco – Jardiel Gomes, Gianco Kapinnam, Victor Albuquerque, Rosana Barros, Patrícia Pond, Marianna Spineli

Teatro Brigitte Blair
Rua Miguel Lemos, 51- H – Copacabana
Tel.: 2521-2955/98859-5288
Sábados e domingos, às 18h
R$50,00 (Inteira)/R$25,00 (Meia)
De 5 de janeiro a 24 de fevereiro de 2019


Wifi Ralph BarraShopping




Oi pessoal! O BarraShopping recebe o evento Wifi Ralph com brincadeiras gratuitas para as crianças. Aproveite!

Siga-nos no Instagram e aproveite as novidades. @riocomcriancas

As férias escolares serão ainda mais animadas no BarraShopping. O shopping recebe o evento Wifi Ralph – inspirado na animação da Disney que tem sua continuação confirmada para este mês.

Com o mote ‘Quebrando a Internet’, o espaço temático localizado na Praça Central (nível Lagoa do shopping) abrigará diversas atrações para as crianças.

A primeira área do circuito é a ‘Wi-Fi Zone’, local em que as crianças precisarão encaixar cabos de internet gigante nos devidos locais para conseguirem acesso ao ‘Túnel de Luzes’, que é ligado a um enorme brinquedão com escorregador e piscina de bolinhas. No espaço, os pequenos terão uma missão: encontrar peças espalhadas pela piscina e levá-las até um grande painel imantado.

Já o espaço ‘Oh My Disney’ trará tablets e mesa com air game, além de tv para exibição de trechos do filme. E para finalizar, um set fotográfico estará disponível para toda a família se divertir tirando selfies e retratos.

O circuito receberá 20 crianças por vez e as turmas acontecerão a cada 20 minutos. O horário de funcionamento da atração será de segunda a sexta, das 10h às 22h, aos sábados, das 10h às 22h; e aos domingos e feriados, das 12h às 20h.

Mais informações:
Evento gratuito
De 10 de janeiro a 03 de fevereiro
Horário: Segunda a sexta, das 10h às 22h; Sábados, das 10h às 22h; Domingos e feriados, das 12h às 20h
Para crianças entre 04 e 12 anos