terça-feira, 20 de agosto de 2019

Aesm-Rio define ordem de desfile das escolas mirins para o Carnaval 2020


A Associação das Escolas de Samba Mirins definiu a ordem dos desfiles do Carnaval 2020 no último sábado (17), em plenária que reuniu presidentes e representantes das agremiações, diretores da Aesm e dirigentes de outras ligas organizadores do Carnaval.

A plenária foi aberta por Edson Marinho, presidente da Aesm, que ressaltou a importância da presença de outros diretores e a união entre as entidades: “Esse momento é muito significativo, pois estamos cada vez mais imbuídos no propósito de fortalecimento entre as ligas e a Asem-Rio, sempre objetivando o crescimento dos desfiles e das escolas de samba que são nossas maiores expressões de manifestação de cultural”.

Em seguida, a palavra foi passada para Elmo José dos Santos, diretor de Carnaval da Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa), que disse estar prestando apoio com o propósito de fortalecimento das escolas mirins.

“Quero aqui parabenizar aos diretores da Aesm-Rio e presidentes das escolas mirins pelo trabalho e enorme sacrifício que vêm desenvolvendo, apesar de todas as dificuldades que se apresentam. Nós, da Liga, sempre nos fazemos presentes na terça-feira para prestigiarmos as crianças, porque entendemos que são através das agremiações mirins que nosso Carnaval terá continuidade”, disse Elmo.

Também estiveram no evento o presidentes da Liga das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Lierj), Wallace Palhares, e Clayton Ferreira, principal representante da Liga Independente das Escolas de Samba do Brasil (Liesb).

“A Liesb jamais irá pleitear a troca do dia dos desfiles. No que depender da gente, jamais iremos solicitar ou fomentar uma provável troca com as escolas mirins. No meu entender, o local ideal para os desfiles da Série B é na Intendente Magalhães. O que temos de fazer enquanto responsáveis é cada vez mais estruturar as escolas para desenvolverem um bom Carnaval e fortalecer o Carnaval na Intendente Magalhães”, afirmou Clayton Ferreira.
Wallace Palhares disse estar muito confiante com esse momento onde as principais entidades estão unidas no intuito de fortalecimento na organização das escolas e estrutura dos desfiles. O dirigente entende que as escolas mirins e agremiações da Série A estando fortes, o Carnaval do Sambódromo tende a cada vez mais ganhar força e se tornar um produto mais atrativo.

“Entendemos que as escolas mirins e as agremiações filiadas às ligas que desfilam no Sambódromo devam estar cada vez mais fortes e unidas. As escolas da Série A abrem os desfiles e as mirins encerram a grande festa realizada na Passarela do Samba. Temos de ter cinco dias de grandes espetáculos e para isso temos de nos unir para nos tornarmos mais fortificados para suplantar esse momento de crise ao qual estamos atravessando.”

O sorteio

Após as colocações dos principais dirigentes da folia carioca, os representantes das agremiações foram chamados à mesa para o sorteio. Ao final, foram concedidos dez minutos para trocas entre as agremiações. Diretores da Miúda da Cabuçu, Estrelinha da Mocidade e Mangueira do Amanhã decidiram trocar suas posições. A presidente da Corações Unidos do Ciep, Marielene Monteiro, que inicialmente seria a 16ª a desfilar, solicitou junto à plenária para ser a primeira a se apresentar, o que foi prontamente aceito.

Confira a ordem das escolas de samba mirins que desfilarão no Sambódromo na Terça-feira de Carnaval, dia 25 de fevereiro de 2020:

1- Corações Unidos do Ciep
2- Golfinhos do Rio de Janeiro
3- Pimpolhos da Grande Rio
4- Miúda da Cabuçu
5- Mangueira do Amanhã
6 – Filhos da Águia
7- Inocentes da Caprichosos
8- Império do Futuro
9- Herdeiros da Vila
10- Aprendizes do Salgueiro
11- Infantes do Lins
12- Estrelinha da Mocidade
13- Petizes da Penha
14 – Ainda Existem Crianças de Vila Kennedy
15 – Nova Geração do Estácio
16 – Tijuquinha do Borel
Aprendizes do Salgueiro
Fonte: www.srzd.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário